Como o Seu Corpo Reage Durante a Musculação

Exteriormente falando, sabemos exatamente como que o nosso corpo fica quando praticamos a musculação por um determinado período de tempo, certo? Mas como o seu corpo reage durante a musculação? Veja aqui como o seu corpo reage aos exercícios físicos.

O que acontece com o corpo ao se exercitar

Ao praticar qualquer atividade física, estamos mexendo com todo o nosso corpo e isso tanto na parte externa quanto interna. É muito recomendado que, antes de começar os exercícios de musculação, você consulte o seu médico para que ele possa lhe recomendar os melhores exercícios. Mas por que devo consultar meu médico se a musculação é um treino comum entre as pessoas?

Durante a musculação você percebe algumas mudanças, como o suor, por exemplo. Só que você não consegue visualizar o que ocorre dentro do seu corpo, ou seja, com o seu cérebro, coração e pulmão, além de outros órgãos. A musculação não é apenas uma atividade para a estética, pois ela oferece muito mais por trás disso, já que melhora a sua qualidade de vida e a sua saúde. Veja:

  1. Coração

Durante os exercícios de musculação a sua frequência cardíaca vai aumentar, pois é necessário fornecer mais sangue oxigenado para seus músculos. Então, quanto maior for o esforço durante o exercício, mais o seu coração será eficiente e assim você vai poder treinar por mais tempo e dedicar mais força.

  1. Pulmões

Como a sua respiração acelera e fica mais pesada durante os exercícios físicos, já que o seu corpo requer 15 vezes mais oxigênio, a sua taxa de respiração aumenta até que os músculos que estão ao redor dos pulmões aumentem o máximo que podem. Com isso você alcançará a maior capacidade de uso do oxigênio, o VO 2max. Portanto, quanto mais VO 2 max, mais resistente você será.

  1. Rins

Depois de fazer um exercício intenso, a velocidade com que o sangue será filtrado pelos rins muda, de acordo com o nível de esforço realizado. Então, os rins passam a filtrarem mais níveis de proteínas por meio da urina, além de desencadearem uma melhor reabsorção de água.

  1. Músculos

O músculo usa a ATP (trifosfato de adenosina) e glicose para seus movimentos e contração. Nosso corpo possui pouco espaço para a glicose e o ATP e para poder criar mais ATP, o corpo necessita de oxigênio extra. Com isso a respiração aumenta e o coração passa a bombear mais sangue aos músculos. Por estar sem oxigênio suficiente, acabará se formando ácido láctico no lugar do ATP e este é liberado do corpo em 30 a 60 minutos depois do treino. É esse ácido lático quem gera a dor muscular.

  1. Intestino

Quando você pratica um exercício, há liberação de vários hormônios e estes estimulam os movimentos no intestino. Então ocorre a aceleração no processo de movimento do bolo alimentar no intestino e assim, a evacuação. Com isso concluímos que praticar regularmente os exercícios, há um aumento do metabolismo.

  1. Cérebro

Com o exercício físico, a células do cérebro funcionam a um nível superior, o que deixará você mais atento e esperto durante os exercícios. Com a prática dos esportes, seu cérebro vai se acostumar com esse aumento de sangue e se adaptará ligando e desligando alguns genes. Toda essa mudança faz com que as células cerebrais sejam estimuladas, protegendo você contra doenças como o AVC, Parkinson e Alzheimer.

  1. Articulações

Embora os cotovelos, tornozelos, quadris e joelhos tenham funções diferentes, eles agem semelhantemente. Isso porque são revestidos com tecido de amortecimento, as cartilagens, além do fluido lubrificante e dos tecidos moles que colaboram para promover um movimento mais fácil e suave. Com o tempo o amortecimento em torno das articulações podem se degenerar ou desgastar, mas com o exercício físico, você conseguirá manter a massa óssea saudável.

Você pode não perceber como o seu corpo reage durante a musculação, mas os exercícios são fundamentais para a sua saúde, desde que acompanhado por um profissional qualificado.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*